Aratupis

O Grupo Escoteiro Ibiraguaçu foi fundado em 1983, tendo uma alcateia, uma tropa escoteira e uma tropa sênior. Na época, todos os ramos eram masculinos.

A tropa escoteira, nomeada ARATUPIS, foi formada pelas patrulhas: Ariranha, Tucano, Pica-Pau e Suçuarana.

A tropa ARATUPIS foi chefiada pelo chefe Jorge, inicialmente, Johan e João. No final dos anos 80, quando a tropa ARATUPIS estava repleta e haviam 8 lobinhos para passar, resolveu-se por abrir uma nova tropa: a CAIAPÓS. Na época, foi decidido que os novos membros iriam para a ARATUPIS, chefiada por João, Carlos e Luiz Carlos, e os lobinhos a passar iriam para a CAIAPÓS, chefiada por Inhan, Noberto e Borba e alguns pioneiros, entre outros.

As tropas escoteiras ARATUPIS e CAIAPÓS conviveram por 6 anos, quando, em 1994, por falta de elementos na CAIAPÓS, decidiu-se por fechar uma das tropas e juntar os meninos em uma só: a ARATUPIS, com as quatro patrulhas originais. Naquele momento, preservou-se a história do Grupo, mantendo a ARATUPIS aberta com as 4 patrulhas originais e mantendo a CAIAPÓS hibernando.

Em 1995/96, em um acampamento, as patrulhas foram redistribuídas, permanecendo as patrulhas Suçuarana, Pica-pau, Naja e Águia, com dois monitores de cada antiga tropa.

Mais tarde, em 1998, os chefes da tropa resolveram juntar com os monitores para mudar o nome da tropa. A chefia apresentou a proposta para os monitores e a escolha do nome foi realizada em votação com todo o Grupo. Havia uma cédula com cerca de 10 nomes e cada pessoa do Grupo poderia votar em até 5 nomes. Então, a tropa foi renomeada como KAMAIURÁ.

O Grupo teve uma única tropa até 2005, quando foi decidido pela abertura de uma nova tropa: a ABAETÊ.

As duas tropas nunca tiveram a sua capacidade plena. No início de 2012, as chefias resolveram trabalhar juntas nas programações e, para isso, juntaram as duas patrulhas de cada tropa (Coruja, Lobo-Guara, Suçuarana e Águia). Em 2013, esta união ficou mais forte com a entrada de novos elementos. Em 2014, no Indaba, as atividades da tropa foram unificadas e a chefia do Grupo Escoteiro Ibiraguaçu optou em renomear a tropa, homenageando a primeira tropa do GE, passando a se chamar de ARATUPIS. E as patrulhas, numa votação da corte de honra, foram renomeadas em ARIRANHA, TUCANO, PICA-PAU e SUÇUARANA.

Tropa Aratupis

Pela natureza, um grito vamos dar: Araru arara cara cara cara. Tropa Aratupis.

Pt. Ariranha

1º grito: Por este grande mar o grito de patrulha vamos dar! Pt. Ariranha

2º grito: Por este grande mar e azul do oceano, perdendo ou ganhando estamos sempre ajudando e pela ecologia um grito vamos dar! Pt. Ariranha

 Pt. Tucano

Do marrom do Pantanal ao verde da Amazônia, estamos no ar para o próximo ajudar e pela ecologia um grito vamos dar! Pt. Tucano.

Pt. Suçuarana

1º grito: Alerta, alerta, sempre alerta, esse é o grito da patrulha mais esperta! Pt. Suçuarana.

2º grito: Salto recordista, vontade de vencer, ser suçuarana, honestidade pra valer! Pt. Suçuarana.

Grito longo: Nascemos, crescemos, morremos sempre unidas, da natureza fazemos nossas vidas, as vezes matamos para sobreviver, mas nunca tememos a morrer, esse é o grito da patrulha veterana! Pt. Suçuarana.

Pt. Pica pau

No meio das matas, abrindo picadas, subindo os morros, fazendo escaladas, patrulha Pica-pau ganhando as paradas! Pt. Pica-pau